O pior café da cidade na melhor companhia

Aprendi a tomar café muito nova e por vários motivos tive que reaprender a desfrutar de um bom café feito na hora. Confesso que hoje em dia toda vez que sinto a fragrância do café passando no coador me desperta sensações muito gostosas.
O café se tornou algo tão comum na minha vida que ontem no shopping convidei o meu amor para ir a uma cafeteria e ele lembrou da vez em que levei o a uma padaria para tomar café da manhã e o cafe estava tão ruim que tivemos que jogar no esgoto. Sério mesmo: fomos para fora e disfarçadamente jogamos aquele veneno fora. (rsrs)
Ontem parece que ele estava adivinhado que o café seria ruim novamente. 
Ele dizia; 
-Tem certeza que você quer se arriscar?
-Lembra da ultima vez que tomamos café fora de casa. 
E eu dizia;
Sim, lembro, mas não podemos tirar uma experiência ruim como sendo todas ruins. 
Pedimos o café acompanhado com um delicioso brownie de chocolate coberto com calda e creme de chantily, e um pão croissant de frango. 
E o café você pergunta?
Quando provamos o café começamos a rir de tal maneira que as pessoas não entendiam o motivo de tanta alegria. Na verdade o café estava tão ruim quanto o da padaria na beira da praia de Itaguaí-Rio de Janeiro. E por causa disso começamos a rir e pensar o que faríamos com aquele segundo "veneno" dizia o Cristiano.
Ele bebeu o dele todinho e eu larguei o meu pela metade. 
Você acha que eu teria ido naquele lugar se eu soubesse que o café era tão ruim?
Claro que sim, pois as gargalhadas que demos e a companhia um do outro foi o que tinha de melhor naquele lugar tão arrumadinho com um café tão ruim. 
O melhor do mundo não são as coisas que comemos, bebemos ou usamos, são as pessoas.

Já ia esquecendo de dizer que o brownie estava muito gostoso e que o croissant não foi o que eu esperava. Mas o protagonista da nossa história de hoje é o café

Conheça o Nosso canal no Youtube.

Postagens mais visitadas